Busca

O Grande Cenário: Uma Hipótese

Esta página é uma reformatação da versão original publicada no Projeto Camelot.

A seguir está um detalhado sumário de nossa tentativa de entender correntemente as questões centrais relativas à presença de visitantes e a possível mudanças na Terra que pode estar a nossa frente .

Por sua própria natureza, ela está sujeita a troca e revisão a qualquer momento, assim que o Grande Cenário entre em foco e se torne mair claro. Também é sua intenção provocar pensamentos e convidar os leitores a fazer suas próprias pesquisas e análises. Seria extraordinário se cada detalhe abaixo fosse correto.

Muita dessa informação também está alhures neste site (em forma de entrevista ou nas  páginas de Henry Deacon) e em outros lugares; mas, o sumário abaixo pode ser uma sinópse útil para fins de discussão.



A  Catástrofe de Roswell

Os visitantes que caíram em Rosswell eram humanos do futuro1. Eles não eram de outro planeta², mas de um futuro da Terra, voltando (um melhor termo do que viajando) no tempo até 1947, numa tentativa de resolver sérios problemas que tinham ocorrido em sua história3. Sua missão era tentar mudar o passado deles, criando uma linha alternativa na sua propria linha de tempo, de tal forma que certos eventos, passiveis de ocorrerem a nós, no nosso futuro bem próximo, não viessem a acontecer de fato.

Os visitantes de Rosswell estavam numa missão puramente altruística. Eles não tinham que fazer isso, mas decidiram fazer...por compaixão.  Mas a missão deu desastrosamente errada – não somente porque eles colidiram (um acidente causado por um radar super poderoso – mais tarde os militares descobriram esse fato, e passaram a se utilizar dos radares como uma arma), mas porque eles tinham um dispositivo com eles, que era o único meio de se orientarem no tempo e espaço, para levá-los de volta para casa, no seu tempo.

O artefato era uma pequena caixa, muito avançada e de natureza multifuncional e bem menor que a "Looking Glass" (literalmente - olhando no vidro, mas é conhecido como portal do tempo) que  Dan Burisch4 and Bill Hamilton5 descrevem como tendo sido usada subsequentemente pelos cientistas militares em vários experimentos. Quando a caixa foi recolhida e investigada pelos militares, o fato se tornou uma catástrofe por si mesmo. Tornou o problema da linha do tempo muitas vezes pior, por ter introduzido a tecnologia de manipulação do tempo para nós na hora errada... e também por ter indicado aos militares o que vinha pela frente.

Não se pode deixar de enfatizar o quão totalmente calamitoso foi para nós todo o incidente de Roswell. Foi um grande, grande revés, bem no começo da tentativa dos futuros humanos de ajudar a consertar o problema. Ter em mãos um artefato como aquele trazido pelos visitantes de Roswell iria imediatamente alterar a linha de tempo que os humanos do futuro estavam tentando consertar em primeiro plano... haveriam então  duas linhas de tempo a serem consertadas, e não somente uma.

NOAA,  Planeta X, e o Aquecimento Global

Uma pequena organização dentro da NOAA (a National Oceanic and Atmospheric Administration) a Administração Nacional da Atmosfera e Oceano) está ciente daquilo que os cientistas chamam por "segundo sol". Esse grande objeto astronômico, possivelmente uma anã marron (brown dwarf6), que está numa longa orbita eliptica em volta do nosso próprio sol, num plano inclinado em relação ao resto dos outros planetas. Para nos alinharmos com outros cientistas7, vamos nos referir a ele como a Estrela Escura (Planeta X).

O Planeta X está agora se aproximando, e está causando efeitos de ressonância no nosso sol de várias maneiras8. Essa é a causa do aquecimento de todos os planetas, e não somente da Terra9. Essa informação é secreta, mas é conhecida há alguns anos10.

Esse assunto está conectado com a catástrofe de Roswell descrita acima.  Os problemas que os homens do futuro estavam tentando equacionar eram múltiplos, mas principalmente incluíam um possível evento disparado por um enorme "pico" de atividade solar em algum ponto do nosso futuro próximo.

Nós enfatizamos veementemente que este evento é apenas possível (tendo sido observado através dos dispositivos de "Looking Glass" para um futuro próximo)... e, de maneira importante, é agora avaliado como improvável11.

O aumento na atividade solar é causado somente em parte pelo Planeta X, com muitos fatores em jogo. Esses são complexos.  Alguns deles acontecem numa escala galáctica12, e estão associados com eventos naturais, periódicos, que a terra tem sofrido através dos tempos, previamente.  O que faz este tempo particular completamente único para o nosso planeta, é que existe uma convergência de fatores muito sérios, como o aquecimento global13, superpopulação e a nossa tendência para a guerra14 – tudo isso combinando com esses grandes eventos cíclicos e solares, simultaneamente, ameaçando nosso bem estar e a biosfera.

Os eventos de larga escala são inevitáveis. Também não está claro quando o "pico" de atividade solar ocorrerá - o nosso entendimento é de que ele é iminente, e poderia ocorrer a qualquer momento nos próximos dez anos. Embora o assunto tenha sido consideravelmente exagerado, é impossível não observar que o ano de 201215 está bem no meio desta curva de probabilidades.

O que é possível, entretanto, é minimizar os efeitos do evento solar.  Os dados coletados a partir dos dispositivos de "looking glass", já avaliados, concluem que existam 19% de possibilidades para a ocorrência do pior cenário, com 85% de confiabilidade de que esse índice de 19%  esteja correto16. Parece que estamos fora do gancho... embora não importando qual linha de tempo se está, problemas significativos estão a frente, com as crises criadas pelo homem nos cercando (exacerbadas pela atividade solar).

Segurança: Bases Subterrâneas, Projeto "Preserve Destiny", e  a Colônia em Marte

Os leitores já podem ter feito a conexão com os trilhões de dólares17 gastos nas últimas décadas por várias agências militares em bases subterrâneas em vários países18. Devido à possibilidade de um iminentemente próximo - ELE (extintion level event - Evento com risco de extinção)19, um cínico poderia dizer que seja um uso esperto dos nossos impostos para garantir que ao menos alguns humanos sobrevivam20.

Outros leitores vão relacionar este cenário em potencial com a estória contada por Dan Sherman21, mais a frente, sem pretenções, e sobriamente, na qual ele foi treinado como um IC (Intuitive Communicator - Comunicador Intuitivo) num treinamento para um futuro evento no qual  todas as comunicações eletrônicas estivessem desabilitadas22. O Projeto do qual ele fazia parte era chamado Project Preserve Destiny (Projeto para Preservar o Destino)... - o título nos dá uma pista muito clara do que o projeto tratava23.

Pesquisadores que averiguaram os tópicos abordados  pelo infame programa Alternative 3 24 concluíram que no geral, o show era uma armação.  Existe uma evidência muito clara de que o show era uma dramática amostra de fatos provavelmente ficcionais.  Entretanto, pareceria que tenha sido mais uma desinformação acidental, e não uma armação em si. Alguns fatos mostrados no  programa25 são muito similares ao cenário apresentado aqui.

Entre eles está a existência de uma base em Marte, estabelecida no principio dos anos 1960, suprida por uma combinação de "stargates26 e um avançado prgrama espacial secreto denominado SOLAR WARDEN27 (sentinela solar). A base de Marte aparentemente tem várias funções28, mas entre elas estaria certamente a garantia da sobrevivência da espécie humana no caso de  algum acontecimento destrutivo vir a atingir o nosso planeta.

O Que Pode Ser Feito?

Como foi descrito acima, os maiores, eventos ciclicos de larga escala, que estão alinhados para acontecer,  são inevitáveis, tanto por nós como por quaisquer outras raças, não importando quão avançadas sejam suas tecnologias. Mas o que podemos  diminuir são certos efeitos.   Muita coisa permanece sob nosso controle, embora o relógio continue passando a cada dia: as emissões de carbono não estão ajudando13; guerras programadas e orquestradas14 alimentam o caos; e novas doenças e possíveis pandemias29 podem ser controladas se agirmos na prevenção.

Esse não é um alerta diferente dos que tem sido emitidos por muitos mensageiros nos anos recentes, mas o colocamos aqui num contexto onde os riscos são muito maiores do que usualmente reconhecidos.  É possível trabalhar em conjunto para fazer uma diferença numa situação em que a Raça Humana esteja ameaçada contra a parede.

Mais é possível em um nível individual.  Michael St Clair30 diz simplesmente:encontre um lugar seguro, e faça-o já. Muitos outros concordam com ele. Pode ser adequado evitar os litorais, terras baixas, falhas geológicas, cidades grandes ou as proximidades de um vulcão.  Água potável é um requisito essencial.  Alguns analistas consideram o hemisfério sul (Austrália?) mais seguro que o norte, pela loucura das ameaças de guerras orquestradas.

Lembremos de que o aquecimento global vai realmente começar a bater forte num futuro próximo.  A corrente do Atlântico (Atlantic Conveyor31) pode desviar-se para baixo, colocando a Europa num frio extremo. Quanto mais quente a Terra se torna, mais evaporação se forma a partir do mar; então pode-se esperar furacões na escala do Katrina (no oeste - "EUA") e ciclones (no leste - eles são mais ou menos a mesma coisa), e modelos de climas desequilibrados e extremos por toda  parte.

Existe uma visão metáforica, também. Lynne McTaggart32 no seu novo livro The intention Experiment: Using Your Thoughts to Change Your Life (Sem título em português, tradução aproximada - O experimento da intenção: usando seus pensamentos para mudar sua vida) argumenta, como no seu primeiro livro The Field33 (tradução aproximada - O Campo), que a consciência é um fator que pode e realmente afetar eventos de escala maior.  Nós concordamos profundamente. Os campos mórficos, padrões ou modelos de manifestação ainda por se desdobrar -  são tão poderosos e influentes quanto eles são invisíveis; e a ressonância mórfica também é submissa à força do pensamento34.

É ainda possível lançar-se alguém numa linha de tempo ótima (menos pior)...embora não exista um manual de instruções dos meios mecânicos para fazê-lo.  Metodologias espirituais, como as muitas formas de meditação e outras práticas de Yoga, budismo, sufismo, shamanismo podem apoiar-nos aqui. (Esta está longe de ser uma lista exclusiva, e pode incluir algumas das  mais organizadas religiões.  A oração, se bem entendida  e aplicada por um espírito maduro e consciente, é certamente capaz de fazer milagres.

Os tempos estão mudando, e a consciência global (de fato, um grande campo mórfico) está gradualmente sendo elevada. A pergunta é, em que velocidade? a maneira de cada um dar suporte a esta roda é adicionando sua própria otimistica e forte  intenção na geração de resultados positivos. E como toda ginástica espiritual ou mental: ela não pode ser imitada.


Índices:

  1. Esta informação foi trazida por Dan Burish. Veja na página de entrevistas e também no site de Dan Burisch.
    Nem todos os visitantes são viajantes do tempo. Existem muitas raças visitando este planeta; muitas delas são genuínos extraterrestres.  Os números reportados variam, mas a respeitada testemunha Sgt. Clifford Stone, por exemplo, diz que conhece 57. Outras testemunhas tem reportado um número de similar magnitude. As motivações dos visitantes variam tanto quanto as agendas dos humanos. Podemos dizer seguramente que algumas são benevolentes e altruísticas; algumas são más e egoístas em seus objetivos; e outros podem ter agendas as quais podemos apenas imaginar e que podem estar muito além do nosso entendimento.
  2. Segundo Burish, alguns dos visistantes subsequentes eram humanos do futuro que estavam (naquele tempo futuro), baseados em outros planetas, e não mais na futura Terra.
  3. Este assunto é complexo. Segundo Burisch, alguns humanos do futuro são benevolentes, enquanto outros estão realmente querendo se certificar de que a história não seja mudada; veja nota 23 abaixo.
  4. Dan Burisch fez desenhos técnicos, de memória, do aparelho 'Looking Glass' ao qual ele estava acostumado.  Publicaremos os mesmos assim que nos for permitido.  Henry Deacon disse nunca ter trabalhado ou visto a forma de 'Looking Glass' descrita por Burisch, e dessa forma não está na posição de confirmá-la.
  5. Bill Hamilton descreveu o 'Looking Glass' em detalhes nessa página do site dele. (nota: a imagem mostrada não é a máquina verdadeira; esta imagem foi extraída do filme The Time Machine ("A Máquina do Tempo").  O texto também está reproduzido aqui.
  6. Veja o excelente site de Andy Lloyd aqui, e o site do Binary Research Institute aqui. Para uma série de excelentes gráficos descrevendo a possível órbita do Planeta X (Dark Star), clique aqui.
  7. Os pesquisadores diferem em alguns detalhes, mas o consenso é de que seja uma brown dwarf (anã marron). Deacon se referiu a ela apenas como um grande objeto astronômico, causando sérios problemas gravitacionais e outros efeitos. Burisch declarou numa correspondência pessoal que a sua melhor lembrança é de que lhe falaram que este objeto seria um pequeno buraco negro.
  8. O mecanismo não é claro, mas parece incluir efeitos eletromagnéticos, gravitacionais e outras ressonâncias.
  9. Esta informação está em domínio público. Tem sido observado, desse modo, quet Marte, Júpiter e Plutão estão todos esquentando. Existem muitas outras referências. Clique aqui para ver as pesquisas extensas e detalhadas de David Wilcock e Richard Hoagland sobre mudanças climáticas afetando todos os planetas em nosso sistema solar.
  10. Uma  possivel "batalha" pela estrela companheira foi anunciada em 1983 pelo time do Infrared  Astronomical Satellite(IRAS) (satelite astronômico na faixa infra-vermelho), reportando um objeto do tamanho de Júpiter numa distância de 550 unidades astronômicas (550 vezes a distância  entre o sol e a terra). O anúncio foi retirado logo em seguida, embora o IRAS tenha afirmado que não se tratasse de um acobertamento.  Deacon reporta que a pequena organização dentro da NOAA sabia sobre o "segundo sol"  por uma década, ou possivelmente mais tempo, mas nunca fez nenhuma referência pública a ele.                                                     
  11. Burish  declarou em gravação que de acordo com os mais recentes dados advindos dos "looking glass" e analisados  por computador, existe uma chance de 19% de ocorrência de um pior cenário, com 85% de confiabilidade nestes 19%.
  12. Ambos, Burisch e Deacon, reportam que os principais fatores em jogo são de larga escala e galácticos em sua natureza, ligados com ciclos recorrentes de longa duração sobre a Terra. Leia esse artigo sobre a correlação entre a atividade dos raios cósmicos e o aquecimento global, para exemplo.
  13. Al Gore, no seu aclamado documentário Uma Verdade Inconceniente, faz alusão ao prejudicial efeito do aumento das emissões de carbono com considerável relevância.  Entretanto, a causa real do aquecimento global quase certamente se concentra em outros eventos de larga escala (ver nota 9, acima).
  14. The Report from Iron Mountain, (Relatóriod da Montanha de Aço), entre outros documentos em domínio público, faz referência à guerra orquestrada e organizada com o objetivo de manter a econômia de larga escala e a estabilidade social.  
  15. 21 de Dezembrro de 2012 é quando o famoso calendário Maya chega ao final. Muito se tem escrito especulando à respeito das razões pelas quais os Maias não viram necessidade de extender o seu calendário para além daquela data. Deacon e Burisch dizem que esta, aparentemente, data exata não é uma previsão precisa e que os eventos solares em questão poderiam acontecer a qualquer momento entre a janela de tempo entre 2007 e 2016.
  16. Veja a nota 11, acima. Porque (de acordo com Burisch) medidas foram tomadas para desativação de certos artefatos que estavam em risco de desencadear na Terra alterações maciças e amplificadas durante a ocorrência dos picos solares. Burisch tem confiança nessa assertiva. Deacon acredita que a situação está continuamente sujeita a mudanças e está menos certo quanto a esses números
  17. Veja esse site para alguns detalhes e muitos outros sites.
  18. Existem persistentes relatos sobre bases subterrâneas nos EUA, Reino Unido, Porto Rico,França, Alemanha, Noruega, Canadá, Austrália, América do Sul e Antártida.  Clique aqui, aqui e aqui para ver três interessantes fotos de máquinas furadeiras de túneis gigantes.  Existem também bases submarinas, confirmadas por Deacon e pesquisadas por Dr. Richard Sauder e outros.
  19. Burisch relata que de acordo com os dados do "looking Glass", no pior cenário, acima de 94% da população da Terra morreria depois de um período de poucos anos após a catástrofe.
  20. Qualquer planejamento militar de alto nível seria baseado na premissa de que nem todos poderiam ser salvos se a população do mundo estivesse sob uma séria ameaça.
  21. A estória de Sherman é contada no excelente e-book dele, Above Black (Acima do Secreto).
  22. É aceito pelos cientistas que um dos possíveis efeitos de uma explosão solar  suficientemente grande é que sobre a Terra todas as comunicações eletrônicas deverão estar inutilizadas por algum tempo.
  23. O título do Project Preserve Destiny está esquentando, o que implica que o  projeto deva estar baseado na premissa de que um evento cataclísmico futuro tenha sido observado através de instrumentos de  alta tecnologia de portais de tempo... e isto leva a crer que o que foi observado deva ocorrer. Burisch relata que um certo grupo de humanos do futuro, os quais ele chama Os Rogues e que vieram de 45.000 anos à frente, estão comprometidos a se assegurar de que os eventos da sua história realmente se passem na nossa linha de tempo, e que não sejam alterados.
  24. Alternative 3 foi mostrado na televisão Anglia no Reino Unido em 20 de junho de 1977 – embora tenha sido inicalmente programada como premier em 1 de abril. A TV Anglia fez uma declaração no dia após o programa que era suposto ser uma piada.
    Clique aqui ver o vídeo do programa (54 mins).
    Clique aqui para ver o recorte de jornal no qual Leslie Watkins, que foi o autor do livro com o mesmo nome que revela, que embora tive a intesão de que fosse uma ficção em apoio ao programa de televisão, parece que ele, acidentalmente, bateu em algo muito real com a premissa de que ele retratou. 
  25. A premissa descrita no programa de TV (e no livro) era lidar com os problemas gêmeos, superpopulação e aquecimento global. Haveriam três soluções alternativas (no programa):
    Alternativa 1: redução drástica da população da Terra;
    Alternativa 2:  construir uma rede de bases subterrâneas para salvar uma pequena elite da população;
    Alternativa 3: estabelecer uma colônia dos mais brilhantes e melhores da Espécie Humana fora do planeta, em Marte.
  26. Segundo Deacon, Stargates são rotineiramente usados para transportes a longas distâncias, sendo a viagem instantânea.
  27. Deacon Relata que o SOLAR WARDEN inclui uma pequena frota de espaçonaves grandes, altamente secretas.
  28. Segundo Deacon, a Base de Marte é multifuncional e tem uma população de 670.000 (nem todos são humanos do tempo atual). Situada embaixo do solo, sob a superfície de um antigo mar, agora seco, ela tem, aparentemente, existido por por milhares de anos, mas foi reestabelecida no principio dos anos 1960 por uma equipe internacional. Suas funções incluem ainda o acesso via stargates a regiões ainda mais distantes.
  29. HIV, SARS, Avian  flu (gripe aviária), e outras ameaças modernas – orquestradas ou não, nos vem à mente.
  30. Veja nossas entrevistas um bem conhecido visionário e astrólogo que prevê problemas maiores nos próximos anos e aconselha prudentemente a se identificar lugares mais seguros para se viver. (St. Clair já se mudou e vive numa pequena comunidade numa região remota.)
  31. Clique aqui para um sumário sobre a importância da corrente do Atlântico (Atlantic Conveyor), um componente essencial do sistema circulatório dos oceanos. Se a corrente do Atlântico for desligada ou arrefecer (isso poderia ser deflagrado por uma grande quantidade de água gelada entrando no Atlântico Norte, advinda, por exemplo, do derretimento do gelo do Ártico ou das geleiras da Groenlândia), então as águas quentes do Golfo não mais alcançariam as terras Européias, e a Europa experimentaria um clima muito mais frio... apesar do aquecimento global.
  32. O livro de Lynne McTaggart, The Intention Experiment: Using Your Thoughts to Change Your Life, está disponível aqui. Ela também é a autora do inusitado livro, The Field.
  33. O biólogo Inglês Dr. Rupert Sheldrake introduziu os conceitos do Campo Mórfico e Ressonância Mórfica no livro revolucionário dele em 1981 A New Science of Life: The Hypothesis of Formative Causation. Pondo de forma simples, Sheldrake argumenta que as espécies criam Campos mórficos, - padrões baseados em experiências acumuladas que possuem um efeito  sobre os comportamentos, atitudes e abilidades nos membros subsequentes da mesma espécie - o que influência os outros a encontrarem as mesmas situações no mesmo tempo ou mais tarde.
  34. A relevância aqui é que os humanos podem conscientemente criar Campos Mórficos, que influenciam outras pessoas uma vez que uma massa crítica de intenções for juntada. É um dos meios pelo qual, um pequeno grupo, positivamente e poderosamente focado, pode gradualmente mudar o mundo.




Suporte o Projeto Avalon - faça uma doação:

Donate

Obrigado por sua ajuda.
Sua generosidade nos permite continuar nosso trabalho.

Bill Ryan

bill@projectavalon.net


unique visits

Google+