Busca

Dan Burisch Resumo

Esta página é uma reformatação da versão original publicada no Projeto Camelot.


O texto a seguir foi escrito pela colega de Dan Burisch, Marci McDowell, com uma série de rodapés esclarecedores e outros links adicionados pelo Projeto Camelot. O oferecemos em resposta a uma série de pedidos por um sumário da construção importante e muito complexa do testemunho da estória pessoal de Dan Burisch.

Dr. Dan B Catselas Burisch - Uma biografia curta

Dr. Burisch foi um Operativo/Cientista Sênior, primeiro responsável do Comitê da Maioria e do Majestic 12 (1986-2003), depois só para o Majestic 12 (2003-2005), antes de ser interrompida (October 12, 2005).

Durante a Guerra do Golfo em 1991, ele foi atribuído a uma Unidade de Operação Secreta, e foi implantado na Zona de Operações da Coalisão Internacional, com o propósito de se contrapor a aplicação planejada de uma unidade militar trapaceira não autorizada a usar agentes de guerra biológica contra o exército do Iraque.

Após o retorno dele, ele foi designado como um 'Microbiologista V' na Instalação do Lago Papoose (S4) e operou como um Líder de Grupo de Trabalho no Projeto Aquários, onde as responsabilidades dele incluíam liderar um grupo de cientistas na investigação da neuropatia dos 'J-Rod'. Essa investigação incluia ele ser introduzido em uma unidade de confinamento, Esfera Higienizada, e interagir diretamente com o J-Rod, depois processar, avaliar e transformar amostras de tecidos para a reintrodução no J-Rod, com a intenção de melhorar a patologia.

No final dos anos 1990, Dr. Burisch foi formalmente censurado pelo Comitê da Maioria por violar ordens direta, mas teve as credencias acadêmicas dele restaurada em 2006 por intervenção de uma ordem religiosa privada, baseada na França. (As credenciais dele podem ser verificadas à pedido). Durante 2005, por um curto período, Dr. Burisch sentou-se como um membro temporário do Majestic 12, como MJ-9, sendo finalmente designado como H-1-Maj, uma pessoa designada a divulgar a "informação da linhagem humana extraterrestre". Ele completou as ordens finais dele em setembro 2006 e se retirou do serviço.

Em junho de 2007, ele foi convidado para o meu novo grupo do Majestic para participar de vários meses em um projeto especial sobre questões de "Segurança Nacional", cuja o convite ele aceitou. Essa tarefa prolongou-se até 14 de dezembro de 2007.

Dr. Burisch continua a conduzir e publicar pesquisas, como Cientista Chefe do "Consórcio de Pesquisas Águias Desobedientes" e Diretor Corporativo das Águias Desobedientes S.A. com a Dra. Marcia McDowell (Presidenta das Águias Desobedientes S.A.). As publicações deles incluem análise de imagens das anomalias de Marte, pesquisa Acústica destinada as artes da cura e da ciência e uma descoberta incomum denominada 'Lotus'.

Dr. Burisch fará um anúcio público sobre Lotus durante a entrevista dele, marcada por Rob Simone em 1 de março de 2008 no próximo Congresso Internacional de OVNI em Laughlin, Nevada.


A experiência de Dan com Extraterrestres e Majestic-12 data de 20 anos. Ele foi incluído no Majestic em 1986, enquanto ele era um estudante na UNLV (Universidade de Nevada em Las Vegas). Mesmo antes dele entrar para UNLV, ele tinha uma longa e distinta história em microbiologia, trabalhando por muitos anos com a Sociedade Microscópica de Los Angeles, estudando com o Dr. John Bunyan (Inglaterra)1, assim o Majestic sabia que ele era talentoso.2

Eles lhe ofereceram uma oportunidade para trabalhar em operações secretas (BlackOps), na especialidade dele, se tornando bem respeitado nas Aplicações Especiais e teve a chance de aprofundar a educação dele nas áreas com as quais ele só sonhava. Potanto, ele disse 'sim', então, foi treinado e preparado para trabalhar na Área-51 em materiais biológicos 'exóticos'.

Naquele tempo, Dan não sabia que ele estava na verdade sendo 'treinado' por um dos mais altos membros do escalão do Majestic-12, que sentiu (ainda sente) uma grande afeição e conexão por Dan, por causa dos eventos em torno da abdução de Dan no início dos ans 703. Enquanto trabalhando em exóticos, Dan (Dr. Dan Crain, tinha completado o Doutorado dele) descobriu que o tecido que ele vinha estudando era na verdade de natureza Extraterrestre.

Dan concluiu que lhe foi dada uma surpreendente margem de manobra, enquanto trabalhava dentro da instalação. Ele ainda foi obrigado a seguir todos os protocolos, porém o crachá dele (como descobrimos mais tarde) estava aberto, lhe permitindo aceso aos múltiplos níveis dentro do complexo do laboratório nas Área-51 e S-4.4  Isso lhe permitiu um ampla ação de movimento e acesso a outros projetos raramente apreciados por aqueles trabalhando em um ambiente altamente estruturado da Aplicação Especial.

Dan se familiarizou com um projeto chamado 'Looking Glass' que envolvia a re-engenharia de um dispositivo extraterrestre desenvolvido originalmente para ser um mecanismo para viagens do tipo Stargate - que tinha (tem) a capacidade de dobrar o tempo/espaço, tal que, os eventos horizontalmente a frente e atrás possam ser vistos. Quando ele se emparelha com um segundo dispositivo usando as mesmas configurações, os eventos não só podem ser vistos como ouvidos e muito mais. Esse dispositivo também foi testado por protocolos de comunicação e aprlicações de transportes tão recentemente como 2003-2004, antes de serem desmantelados por razões de segurança, enquanto entramos no espaço altamente energético no e em volta do plano galático.5

Enquanto estava sendo introduzido a esses outros projetos, Dan começou a trabalhar como um membro da equipe6  J-Rod Aquários, que tentava resolver o problema de por quê os J-Rods (comumente chamados Cinzas (Greys))7 estavam sofrendo de uma condição médica debilitadora que afetava os nervos deles. Parte desse trabalho envolveu amostras de tecido físico do J-Rod morando nas profundezas de S-4 em uma 'Esfera Higienizada' destinada a suportar as necessidades atmosférica e ambiental dele.

Logo se tournou claro que esses extraterres não eram tão diferentes de nós. De fato, quando as comunicações melhoraram, se aprendeu que eles não eram apenas viajantes do espaço mais viajantes do tempo/espaço, usando um pequeno planeta no Sistema Gliese como uma base local (aproximadamente 15 anos luz da Terra) onde eles podem parar antes de virem a Terra. Usando a techologia Looking Glass (que pode ser mais apropriamente chamada tecnologia de Stargate), eles viajaram no tempo de um futuro humano, que é real para eles, mas apenas potencial para nós.8

Dan foi introduzido nos protocolos em torno de J-Rod, por fazer parte da equipe de apoio, enquanto o supervisor dele Steven M. se vestia e ia fazer a remoção da amostra de tecido. Contudo, o J-Rod começou a rejeitar o Steven e fazer demandas para que fosse permitido a Dan se vestir e entrar na Esfera Higienizada para tirar as amostras.

Isso criou alguns problemas imediatos na estrutura da equipe, já que Dan era o membro mais novo e nem tinha tempo e experiência suficiente para tal responsabilidade. Mas, o J-Rod insistiu. Dan foi promovido imediatamente dentro da equipe e, em breve, se achou sendo treinado nos protocolos necessários para entrar na Esfera Higienizada e trabalhar diretamente com o J-Rod. (Dan detalha esses passos em minúcias no DVD8- indo do início do processo, entrando no pórtico, os protocolos para entrar na Esfera Higienizada, o método de amostragem, o que é trabalhar diretamente com um extraterrestre, a comunicação deles, os protocolos de saída e informações - ele vai passo à passo, tal que todos possam seguí-lo).

Foi descoberto, mais tarde, a razão porque o J-Rod insistiu nessa mudança de funcionário, era porque ele reconheceu Dan como uma das crianças abduzidas na embarcação em que ele estava a bordo no ínico dos anos 70. É quase difícil de explicar isso, discutir movimento através do tempo, assim como do espaço, é difícil.9 Esse J-Rod particular  tinha viajado em compania de um grupo de P45s (um groupo de J-Rod vindo de aproximadamente 45.000 anos do futuro) que estava fazendo as abduções naquele dia no início do anos 70. Então, ele viajou de volta a 1953 em uma missão diferente que terminou em um acidente próximo a Kingman, Arizona. Ele foi retirado do local do acidente e levado para S-4 e passou a morar lá. Como  resultado da presença dele na embarcação quando Dan foi abduzido, ele sentiu uma conexão forte com Dan.

Dan, eventualmente, se tornou acostumado ao novo papel dele, mas em uma ocasião, enquanto ele trabalhava diretamente com o J-Rod, houve uma quebra no protocolo, o J-Rod deu um passo na direção de Dan. Isso aconteceu muito cedo na relação de trabalho deles e Dan se assustou e andou para trás (outra violação do protocolo), prendendo o calcanhar em uma grade no chão e caindo de costas. O J-Rod subiu no topo dele, e se sentou no peito dele, enquanto aproveitava essa oportunidade para 'pensar' profundamente para Dan, compartilhando muitas das histórias pessoais dele e a própria experiência pessoal com Dan.10

Esse J-Rod particular  tinha viajado em compania de um grupo de P45s (um groupo de J-Rod vindo de aproximadamente 45.000 anos do futuro) que estava fazendo as abduções naquele dia no início do anos 70. Então, ele viajou de volta a 1953 em uma missão diferente que terminou em um acidente próximo a Kingman, Arizona. Ele foi retirado do local do acidente e levado para S-4 e passou a morar lá. Como  resultado da presença dele na embarcação quando Dan foi abduzido, ele sentiu uma conexão forte com Dan.

Dan, eventualmente, se tornou acostumado ao novo papel dele, mas em uma ocasião, enquanto ele trabalhava diretamente com o J-Rod, houve uma quebra no protocolo, o J-Rod deu um passo na direção de Dan. Isso aconteceu muito cedo na relação de trabalho deles e Dan se assustou e andou para trás (outra violação do protocolo), prendendo o calcanhar em uma grade no chão e caindo de costas. O J-Rod subiu no topo dele, e se sentou no peito dele, enquanto aproveitava essa oportunidade para 'pensar' profundamente para Dan, compartilhando muitas das histórias pessoais dele e a própria experiência pessoal com Dan.11

Desde de essa época, houve muitas tentativas frustradas para que Dan compartilhasse com o Majestic o que o J-Rod compartilhou com ele durante aquela interação. Dan recusou-se a dizer muito, mas estava, excessivamente, interessado no nosso programa espacial (entre outros), mais tarde.

Dan recolheu amostras de tecido do J-Rod por cerca de 2 anos, terminando em 1996. O documento Q-94 (foi entregue a mim por Steven M. antes dele morrer) é um rascunho do documento que Dan e Steven M. estavam escrevento para ser enviado ao Comitê Secreto, a respeito do trabalho deles com as série Ling das amostras do tecido. É importante por muitas razões, incluindo a rara oportunidade que dá para se saber a forma como as coisas eram feitas, e como elas eram escritas dentro de um Projeto Secreto.    

Nos anos que se seguiram, Dan trabalhou com o Majestic quando eles precisavam dele, mantendo um emprego disfarçe em Las Vegas (realmente vários - no campo de proteção e segurança).

Um dia, enquanto olhava as imagens de Marte no NSSDC (galeria da NASA) Dan avistou algo que parecia uma outra face na superfície marciana, na área chamada 'Cidade Inca'. Durante 1997 e 1998, Dan trabalhou com Marcia McDowell em um livro chamado Águias Desobediente: O Caso da Cidade Inca, Martr. O fato de que ele estava escrevendo este livro e ter achado uma série de anomalias impressionantes nesta região ignorada previamente, fez muitos no Majestic sentarem-se e tomarem nota.        
Eles o precionaram, novamente, por informações sobre o que J-Rod compartilhou com ele, se tinha a ver com essas descobertas. Dan se recusou a dizer a eles qualquer coisa. Então a NASA anunciou que eles tinham evidência de vida marciana em um meteorito.  Dan reviu e achou suspeito, por causa da semelhança com um micróbio descoberto por um dos painelista a cerca de 30 anos na Austrália, e imediamente foi à público para desafiar os anúncios da NASA.

Quando nosso trabalho estava quase pronto para ser publicado e se tornar mais volátil, as ameaças começaram. Foi um tempo muito difícil, Dan e eu estávamos com medo por nós mesmos e por quem amávamos, mas, decidimos ir a frente, a despeito dos riscos. Finalmente o Comitê da Maioria (o grupo que tinha substituído o Majestic-12 por algum tempo, terminou em aproximadamente 2002) totalmente frustado com a recusa de Dan de ser parado, emitiu uma demanda para Dan parar de trabalhar no livro.

O fato de que ele estava escrevendo este livro e ter achado uma série de anomalias impressionantes nesta região ignorada previamente, fez muitos no Majestic sentarem-se e tomarem nota.        
Eles o precionaram, novamente, por informações sobre o que J-Rod compartilhou com ele, se tinha a ver com essas descobertas. Dan se recusou a dizer a eles qualquer coisa. Então a NASA anunciou que eles tinham evidência de vida marciana em um meteorito.  Dan reviu e achou suspeito, por causa da semelhança com um micróbio descoberto por um dos painelista a cerca de 30 anos na Austrália, e imediamente foi à público para desafiar os anúncios da NASA.

Quando nosso trabalho estava quase pronto para ser publicado e se tornar mais volátil, as ameaças começaram. Foi um tempo muito difícil, Dan e eu estávamos com medo por nós mesmos e por quem amávamos, mas, decidimos ir a frente, a despeito dos riscos. Finalmente o Comitê da Maioria (o grupo que tinha substituído o Majestic-12 por algum tempo, terminou em aproximadamente 2002) totalmente frustado com a recusa de Dan de ser parado, emitiu uma demanda para Dan parar de trabalhar no livro..

To facilitate this, Dan was taken up north, and underwent a process involving experimental neuropeptides (I do not know all the details). Afterward, he was placed in Mississippi where he was supposed to begin a new life. What nobody in the Committee of the Majority had counted upon was the fact that Dan's mind utterly rejected the conditioning, and soon thereafter he began to experience memory breakthroughs.

Fearing for his health under the stress of these unpredicted results (and fearing that they might have ruined one of their best scientists) they decided to take steps to reverse what they'd done. Dan was collected and taken back into secure facilities, and eventually returned to Las Vegas, where the family had been re-established to await his return. Thankfully Dan recovered from this and settled back into his normal life in Las Vegas, concentrating on his research and personal studies.

Para facilitar isso, Dan foi levado para o norte, sendo submetido a um processo envolvendo neuroptídeos experimental ( não sei de todos os detalhes). Depois ele foi colocado em Mississipi, onde se supunha que ele começasse uma vida nova. O que ninguém no Comitê da Maioria contava era com o fato de que a mente de Dan rejeitou, completamente,  o condicionamento e logo após ele começou a experimentar avanços de memória.

Temendo pela saúde dele e sob pressão desses resultados inesperados (e temendo que eles pudessem arruinar um de seus melhores cientistas) eles decidiram reverter o que eles tinham feito. Dan foi recolhido elevado de volta a instalação segura, eventualmente, retornado a Las Vegas, onde a família tinha se reestabelecido para esperar o retorno dele. Felizmente, Dan se recuperou disso e voltou a vida normal dele em Las Vegas, concentrando-se em pesquisas e estudos pessoais.

Enquanto passava o tempo, Dan se envolveu profundamente no estudo do manuscrito de Voynich13 e no projeto pessoal dele chamado de protocolo Lotus. Ele também se tornou envolvido nas negociações do tratado T-9 através das conexões dele com o Majestic, durante o qual ele foi o instrumento para conseguir que o número de abduções autorizada no tratado fosse reduzido à zero. Mais recentemente, ele começou a pesquisar as freqüências de Sofeggo. Isso cresceu para o projeto de um grande livro que tem recebido a generosa atenção dos Dr. Len Horowitz e Dan Winter.

O que começou como um pequeno projeto lateral, está ganhando impulso, já que temos editores perguntando sobre ele. Antecipamos o seu lançamento para o final do ano 2006 ou início do ano 2007. No final de 2003, duas coisas aconteceram: fui abordada pelo Majestic e iniciada (de formas que pararia de ser uma pedra no sapato deles), me oferecendo uma chance de trabalhar diretamente com Dan para ajudá-lo a completar certos projetos que eles sentiam que eram importantes. (Por que eles apenas não me mataram? Descobri após minha iniciação, que meu pai estava profundamente envolvido como um mensageiro entre países para o Majestic-12, enquanto a criação do Comitê da Maioria estava sendo formado no  meado dos anos 60.)

As ordens também foram endereçadas a mim (para facilitar a realização de Dan nessa missão) e outros para o proteger enquanto ele cumpria essas ordens. Quando dissemos aos nossos sócios sobre essa situação, imediatamente, recebemos ofertas de ajuda. Na verdade, tentamos duas vezes trabalhar com pessoas que diziam 'tudo o que eles queriam fazer era ajudar'. Infelizmente, cada vez, em uma questão de meses, a 'ajuda' deles mudava em algo muito diferente. Sabíamos que a única maneira de completar nossas ordens, no prazo, era tomar as medidas em nossas próprias mãos. Isso significava que eu tinha de aprender como editar, e esperar pelo melhor.

O DVD que eu e Dan lançamos recentemente (no qual Dan fala em detalhes sobre as experiências dele na Área-51, S-4 e seu tempo com o Majestic) foi feito para preencher essas ordens. Dan fala de questões sobre a doutrina do paradoxo de convergência da linha de tempo e como a tecnologia do stargate (Looking Glass) impacta a nós todos. Não é apenas uma nova forma de tecnologia; é algo que tem o potencial de causar irreparável danos, enquanto nos movemos através desse tempo crítico em nossa história.15

Podemos enfrentar grandes catástrofes ou um renascimento da humanidade, depende de como agiremos nos próximos anos, fisicamente (em termos de manter essa tecnologia sem proliferação) e espiritualmente. A questão da proliferação tecnológica tem sido 'manipulada', e continua a ser contida pelas forças armadas de muitas grandes nações trabalhando juntas silenciosamente; as questões espirituais são algo que cada um de nós pode ajudar.

Do lado espiritual, estamos encorajando todos a se concentrarem na UNIDADE e meditarem ou rezarem pela humanidade para que possamos passar com sucesso pelos períodos de crises que estão vindo. Se formos pelo caminho errado, justificaremos os livros de história dos J-Rods, eventualmente, a humanidade se tornará fraturada tendo como resultado a divisão entre J-Rods e os Orions (assim chamados por causa do destino que cada um desses grupos humanos tomou). Um amigo de Dan, um J-Rod que veio de aproximadamente 52.000 anos no futuro, voltou no tempo, não apenas para tentar obter ajuda para a doença do povo dele, mas para compartilhar uma informação conosco, que podemos tomar os passos necessários para mudar o nosso futuro para melhor.

Se você precisa de inspiração para ajudar, por favor, visite a seção neste site onde você pode baixar os panfletos UNIDADE. A campanha da 'Unidade' tem afixado centenas de milhares de panfletos de todo o mundo e em diferente línguas, lembrando as pessoas que agora é o tempo de rezar pela paz e unidade. Por favor, sinta-se livre para baixar uma cópia na sua lígua, e a por na sua cidade ou vila. Não importa se parece ser um esforço pequeno - cada esforço positivo conta16.

Acredito que o Majestic-12 sabe que há coisas que Dan aprendeu do J-Rod durante aquele evento na Esfera Higienizada que precisam ser compartilhadas com o público, tal que possamos passar por esse tempo crítico na nossa história, emergindo em nosso futuro como uma humanidade unida. Também sei que não podemos possivelmente alcançar todos. Mas, estou confiante que nossos melhores esforços permitirão que essas informações entre nos corações e mentes daquelas pessoas que o necessitam, que o podem usar e que ajudarão a fazer a diferença. Isso é o que as palavras 'Diga ao Mundo' realmente significa.

Essa é a razão de estarmos fazendo tudo isso, vindo  a público agora para dizer as pessoas a verdade sobre o que Dan experiementou e o que ele aprendeu com as inteligências extraterrestres em primeira mão. Nesse primeiro DVD, mais as muitas horas de entrevistas ao vivo e gravadas que Dan deu a mídia, tecnicamente cumprimos as ordens. Tendo Dan cumprido os requisitos mínimos, agora ele está livre para fazer o que ele quizer com o resto da aposentadoria dele. Eu, por outro lado, tenho tanta informação e material gravado de sobra (não havia tanto espaço no DVD) que posso, claramente, vislumbrar um DVD adicional sobre os aspectos das experiências de Dan, que não tive espaço para incluir no primeiro DVD. Também possuo todos os diários de Dan, cobrindo 20 anos da vida dele, mais centenas de milhares de imagens e vídeos das pesquisas dele.

Como muitos de vocês sabem, a saúde de Dan não é boa. Após esse esfoço de um ano para preencher as ordens dele, ele sofreu outro ataque, ele ainda está muito mal com as conseqüências. Fomos pegos de surpresa, forçados a puxar os freios nas conversas pessoais de telefone, que Dan começou a fazer com pessoas interessantes da comunidade. Estamos esperançosos que elas retornarão uma vez mais, assim que ele se sinta melhor, mas, tudo dependerá da saúde de Dan. De um jeito ou de outro, todas as promessas que Dan e eu fizemos sobre a divulgação das informações ao público serão honradas e contribuições caridosas, como sublinhado por Dan, serão feitas.

Uma coisa eu sei, Dan é um lutador (assista a esses 8 minutos de v[ideo no Google, gravado quando Dan não estava consciente de que ele estava na câmera e foi divulgado com a subsequente permissão dele). Ele passou por mais dificuldades do que dez pessoas que postas juntas, ele continua lutando. Penso que ele serviria como uma inspiração para todos - nunca desista! Seja sincero com você mesmo, mantenha sua honra intacta, faça o que você sabe ser direito mesmo se é inconveniente e se mantenha pressionando, não importa o que os outros dizem.

- Marcia A. McDowell, Doutora 09/2006

Índices, adicionados pelo Projeto Camelot:

  1. Link referindo-se ao Dr. John Bunyan aqui.

  2. (essa nota foi dada por Marci McDowell) Existe uma parte da história de Dan do passado e tem um impacto sobre tudo isso. Foi no início dos anos 70, quando Dan encontrou um grupo de J-Rods em uma situação de abdução (veja no Projeto Camelot a primeira entrevista com Dan para os detalhes completos). Ele se lembrava muito pouco da experiência, mas, aprendeu mais tarde, na vida dele, que esse foi um ponto crucial para ele.

    Devido ao que ocorreu durante o evento, Dan se achou retornando ao parque onde ele foi abduzido, subitamente alterado. Nos próximos anos ele desenvolveu uma habilidade impressionante na área de biologia, microscopia e ciências - tão impressionante que a mãe dele conseguiu que Dan fosse tutelado pelo (entâo) direitor de patologia no Hospital Memorial de Long Beach, em histologia e microbiologia. Dan, ainda era muito jovem, gastou vários anos trabalhando nos fins de semana com o Dr. Reynolds, tornando-se altamente especializado em microbiologia - eventualmente foi levavo a Sociedade Microbiológica de Los Angeles como o mais jovem membro que eles jamais tiveram.

  3. John Michael McConnell, ex-MJ-1 e apontado como Diretor Nacional da Inteligência dos Estaod Unidos em janeiro de 2007.

  4. S-4 é uma área paraticular dentro da Área-51, que por sua vez é uma área dentro da Base da Força Aérea em Nevada.

  5. Nosso Sol com o seu sistema e com sua longa e levemente irregular órbita em torno do centro da galáxia, está gradualmente se aproximando da posição onde, em poucos anos, estará exatamente e simetricamente nivelado com o plano da própria galáxia. Já está muito próximo desse plano, no momento que isso é escrito (2007).

    Muitas fontes declaram que isto é conhecido pelos militares e círculos de inteligência - assim como entendido esotericamente através de mensagens via médiuns e outras informações - que quando o sistema solar entrar nessa banda, ele será fortemente afetado pela energia emanante do núcleo da galáxia, o que causará efeitos na ecosfera e na crosta terrestre nunca experimentados na Terra por cerca de 25.000 anos. Esses efeitos já estão sendo sentidos e ficarão mais pronunciados.

    Alguns argumentam que isso está, correntemente, causado um aumento na atividade solar e um conseqüente aquecimento de cada planeta no sistema solar,não apenas na Terra, e que uma catástrofe sem precedenes na nossa civilização está em vias de ocorrer. Veja esse excelente artigo de pesquisa para maiores detalhes.

    Veja também essa página as precauções que os militares americanos tomaram, usando trilhões de dólares gastos em construções de cerca de centenas de bases subterrâneas profundas, em que, em caso de calamidade na superfície, poderia ser salvo um grupo da eleite do mundo relativamente pequeno e cuidadosamente selecionado.

  6. O Projeto Aquários foi o nome dado ao estudo do J-Rod e as informações recebidas do estudo.

  7. Dan Burisch relata amplos contatos com dois grupos de J-Rods, ambas as raças do humano do futuro, que viajaram de volta no tempo, para o nosso mundo. Um grupo, chamado pelo Majestic de P45s (uma abreviação para Presente + 45.000 anos), veio de 45.000 no futuro. Um outro grupo é chamado de P52s, e veio de 52.000 anos no futuro.

    Os P45s também são chamados pelo Majestic de 'os bandidos', e têm agenda própria - o que não acontece com os P52s. Os P45s são comumente relatados em ufologia como 'os Grays (Cinzas)', o grupo que tem levado avante muitas ou todas as abduções. De acordo com Dan, os P45s têm intenção em 'justificar a história deles' e QUEREM que as catástrofes, descritas em (5) acima, aconteçam, como isto ocorreu na história deles e foi importante para a criação deles como uma raça. O propósito das abduções, Dan explicou na recente entrevista ao Projeto Camelot, é um estudo derivativo da genética longitudinal de longo termo que ajudará apenas a beneficiar a espécie deles. Os P52s são mais altruistas e retornaram para tentar ajudar na nossa presente situação.

    Também há um terceiro grupo, chamado pelo Majestic de P52 Orions. Esses também são conhecidos na ufologia, em relatórios de contatados com os 'Nórdicos', se parecem muito com os humanos e são uma raça muito espiritual. Dan apenas os encontrou em tratados de negociação e declarou na recente entrevista ao Project Camelot que ele os admirou e gostaria de ter passado algum tempo com eles.

    As diferenças em filosofia ocorreram após a catástrofe - que em nosso calendário ainda não aconteceu - causada por um grupo (dos P45 e P52 J-Rods) instalados no subsolo da Terra para sobreviverem no mundo pós-apocalíptico até, eventualmente, eles emigrarem para Zeta Reticuli, enquanto o outro grupo (os P52 Orions) deixaram a Terra logo após a catástrofe para se aventurarem na Lua, depois Marte e outros sistemas estelares distantes que se tornaram a nova casa deles. Fatores ambientais e outros criaram a marcante diferença nos dois genomas após vários dezenas de milhares de anos se passarem. Os P52 Orions estavam em boa forma, enquanto os P45 e P52 J-Rods tinham degenerado substancialmente.

    De acordo com Dan, foram os P52 Orions que se encontraram com Eisenhower em 1954, e que, naquela epoca, eles julgaram mal a capacidade dos militares de assumir a responsabilidade pela tecnologia que eles tinham entregado naquela reunião. Depois disso, os P52 Orions re-avaliaram a situação e insitiram que as negociações do tratado deviam começar. Os P45 J-Rods não sabiam da existência do grupo Orion até eles os encontrar neste período. É apenas no contexto das negociações do tratado, em que Dan jogou um papel importante, que os três grupos (quatro, incluindo os humanos do presente) se encontram.

  8. Esse DVD, entitulado Tell the World (Diga ao Mundo), está disponível contate Marci McDowell em marcia_mcdowell@yahoo.com.

  9. Parece haver um complexo emaranhado e interconectado de linhas de tempo que foram criadas na tentativa de 'consertar' essa situação. Como Henry Deacon, que confirma o testemunho de Dan, nos explicou pessoalmente, a essência dos porblemas da linha de tempo é que se viajarmos de volta no tempo e matarmos o avô - o famosos 'paradoxo do avô' - não se deixa de existir na presente linha de tempo. Em vez disso, o paradoxo é evitado por outra linha de tempo paralela sendo criada no ponto da morte do avô. Pode existir qualquer número de tais linhas paralelas e futuras linhas de tempo (criadas por seres do futuro viajando de volta no tempo para fazer mudanças) existe apenas os potencias para nós e não as reaidades fixas predeterminates. Isto é metafisicamente importante, já que a escolha e o livre arbítrio são preservados em todos os tempos..

  10. O J-Rod disse a Dan que o nome dele era Chi'el'ah (pronuncia-se Kee-ay-la).

  11. O que não é descrito aqui por Marci são os espancadmentos diverso que  Dan sofreu.
  12. A Doutrina do Paradoxo da Convergência das linhas de tempo também é conhecida como 'DCTP' (útil para pesquisas no Google).

  13. O Manuscrito de Voynich Manuscript é um documento islustrado, misterioso e longo, de alguma antiguidade. Ele surgiu pela primeira vez na idade média, parece estar em código ou escrito em uma língua desconhecida e nunca foi completamene decifrado.

  14. Veja  this page em nosso site, nas ilustrações 1 e 2, pode se ver o desenho detalhado de Dan do 'carrinho' no qual o J-Rod Chi'el'ah foi transportad; pode ser visto no canto direito inferior de cada imagem. Isto é interessante porque esse não era o propósito dos desenhos originais; o carrinho não está marcado e nenhuma atenção foi dada a ele

    A  estória de Dan empurrando o carrinho no Stargate tal que Chi'el'ah pudesse voltar para casa, para o tempo dele no futuro (caindo diretamente dentro do portal) está mostrado graficamente nessa entrevista ao Projeto Camelot.

  15. Após a catástrofe (na linha de tempo, na história dele), os J-Rods analizaram  porque isso tinha ocorrido. A conclusão deles foi que era quase certo que o efeito de amplificação dos dispositivos artificias do Stargate e do Looking Glass (distintos dos stargates naturais, que não são um perigo) tinham precipitado a catástrofe.

    A missão dos P52 J-Rods e P52 Orions era voltar no tempo para nos aconselhar fortemente a descontinuar esses dispositivos até após o período de perigo ter passado - cerca de 2005 a 2017, para dar uma boa margem de segurança. De acordo com Dan, isso ocorreu. Veja a recente entrevista com o Projeto Camelot para maiores detalhes. Dan que de acordo com os dados do Looking Glass (a última data obtida antes dos dispositivos serem desligados) a probabilidade da catástrofe ter sido evitada era de  81%, com um confidência de 85% na precisão dos cálculos.



    ATUALIZAÇÃO, janeiro de 2008:

    Dan completou o 'sabático' no meio de dezembro de 2007. Embora isso nunca tenha sido explicitamente declarado, está claro para nós que ele foi "convidado a voltar" para o novo grupo Majestic para assistir em algum crítico trabalho que estava ocorrendo ao longo de um período de vários meses para (entre outras coisas) avaliar o progresso no tratamento da manipulação em curso no problema da linha de tempo.

    Devemos declarar aqui, para registro, que isso é nossa próprio suposição e que isso não foi declarado a nós por Dan nessas palavras. Ele está muito limitado no que ele pode e não pode revelar sobre as atividades recentes.

    Ele, contudo, anunciou no blog dele em dezembro que agora estávamos em segurança fora da Linha de Tempo 2 (que é a catástrofe ocorrida na história dos humanos do futuro) e estávamos agora na Variante 83 da Linha de Tempo 1'.# (pronuncia-se Kee-ay-la).



  16. Em e entre a complexidade imensa dessas informações desafiadoras, essa pode ser a única coisa mais importante a se entender: que - veja a nota (9) acima - temos livre arbítrio e completa escolha o tempo todo. O que acontecerá conosco é o que aceitamos que aconteça... conscientemente ou inconscientemente. Isso é uma verdade metafísica fundamental.
    Temos o presente de ser capazes de escolher o destino e o bem-estar do mundo e de nossa civilização. Uma massa crítica de acordo é necessária em ordem de se escolher o que desejamos experimentar. Se não quizermos que a catástrofe ocorra, então isso comeca com sua intenção consciente, agora.




Suporte o Projeto Avalon - faça uma doação:

Donate

Obrigado por sua ajuda.
Sua generosidade nos permite continuar nosso trabalho.

Bill Ryan

bill@projectavalon.net


unique visits