Busca

Miriam Delicado

Conferência do Projeto Camelot

 Alerta e Atento em LA

Esta página é uma reformatação da versão original publicada no Projeto Camelot


Transcrição da Entrevista

19 de setembro de 2009


KERRY CASSIDY (KC): Aqui está Miriam Delicado, uma amiga incrível. Nós a consideramos uma parte de Camelot, acredite se quiser, porque ela é como um suporte e porque tendemos a trabalhar em conjunto com ela, como fazemos com várias das nossas testemunhas.

É uma incrível dinâmica - há tanto trabalho em equipe acontecendo. Também pode-se incluir David Wilcock e George Green, e de fato, quase todo mundo que está falando na conferência tornou-se alguém com quem estamos trabalhando, alguém que confiamos, para pedir conselhos sobre assuntos diversos, alguém que tem o próprio tipo de agenda que estamos tentando apoiar também.

No caso de Miriam, ela está trabalhando com os povos indígenas, como vocês devem saber, para trazer a paz ao planeta, também para conscientizar as pessoas de várias coisas. Eu não vou falar por ela, eu vou deixá-la fazer isso.

Mas, eu quero dizer que ela é uma personalidade incrível, assim como um ser espiritual e eu a honro como minha colega e amiga, uma querida, querida mulher para mim, e estou muito grata por ela estar viva hoje - houveram esforços para removê-la.

Eu recentemente fiz uma entrevista com ela... é bastante curta, cerca de meia hora. Durante essa entrevista, a fita e o filme - eu não estava tocando na câmera, eu só a focalizei e me afastei - foi atingida por algum tipo de armamento escalar... de novo, e de novo, e mais uma vez.

É uma coisa incrível que algumas de nossas testemunhas... os Controladores  - sejam eles ET, ou se usam armas escalares e são humanos - não querem que vocês ouçam o que as testemunhas têm a dizer e ela é uma dessas pessoas.

Portanto, prestem muita atenção porque ela diz coisas que podem parecer muito como uma espécie de cotidiano? E ela tem uma maneira peculiar de falar... É um fenômeno interessante e, de repente, o que pareceriam palavras simples assumirá uma nova importacia. Então, quero dar as boas-vindas a Miriam Delicado. [Aplausos]

Eu quero ter certeza deste fio... fale para a multidão. Eu só quero ter certeza de que podem ouvi-lá.

MIRIAM DELICADO (MD): Obrigada. Uoo! Eu acho que eles ouviram o "Uoo!" Quando me sentei, talvez. Todas as pessoas podem me ouvir bem? [Comentários da platéia] Não?

AUDIÊNCIA: Sim, vá em frente.

MD: Tudo bem. Bom, se eu começar a falar, talvez vocês possam me ouvir um pouquinho... [Kerry ajusta o microfone] Obrigada. Sinto-me um pouco como uma diva! [Ri com o público]

Eu só quero dizer que estou muito nervosa. Estou tremendo. Levarei alguns minutos para dizer apenas algumas palavras que eu queria dizer que me farão chorar. Então, posso dizê-las e ficar livre.

Primeiro de tudo, eu quero falar sobre Kerry e Bill e quero que todos realmente apenas olhem ao redor da sala e vejam que pessoas extraordinárias estão sentadas próximo a vocês de todo o mundo.

Hão conferências por toda parte, mas algo que eu noto que é realmente especial sobre Camelot e as pessoas que vão a Camelot é que vocês têm um profundo desejo de agirem, que vocês não estão apenas preenchendo as mentes com essa informação, mas que vocês fazem a pergunta: O que posso fazer... por mim, por minha comunidade?

Todo este conceito do Projeto Camelot está realmente, eu acredito, causando um impacto no mundo, porque eu, certamente, recebo e-mails de todo o mundo, de alguns lugares extremamente pequenos na China, aldeias no Japão, povos indígenas de regiões remotas.

Assim, as vozes que temos em Camelot são muito fortes e eu só quero honrar Kerry e Bill por permitir que, não só eu, mas todos nós tenhamos essa oportunidade de aprender, crescer e caminhar por este processo juntos. Então, eu só quero dizer obrigada. [Aplausos]

A segunda coisa que eu quero compartilhar, numa nota muito pessoal, é falar com vocês sobre o meu acidente de carro. Algo muito importante aconteceu na semana e no dia anterior ao acidente de carro e para mim não foi um,entre aspas, "acidente". Não foi.

Assim dizendo, isso aconteceu e foi muito chocante para mim, porque isso veio, certamente, do nada. Eu não tive nenhuma premonição de que algo estava para acontecer e por isso, quando Kerry e Bill descobriram - telefonaram-me da Europa - eles, então, telefonaram, quase que imediatamente, e chamaram pessoas em Los Angeles para ficarem ao meu lado.

[Voz chorosa] Eu não conseguia andar! Eu não conseguia andar, não podia sair da cama, eu não podia fazer nada e eu sei que muitos de vocês estão me perguntando sobre isso e foi muito difícil para mim. Mas, eu queria lhes dizer algo realmente digno de nota que veio disso, porque eu estava realmente preocupada comigo depois do acidente.

Kerry e Bill assumiram. Eles enviaram pessoas para o meu lado e eles me colocaram no programa de rádio deles e, imediatamente, as pessoas estavam me mandando a energia de cura que eu estava pedindo. Eles estavam me mandando força e eles estavam me mandando proteção.

Então, me sinto repleta de gratidão [voz embargada] a todos vocês, porque depois de apenas dois dias se passarem, após isso - depois de todos começarem a mandar todos esses e-mails para mim com mensagens de cura, e os curandeiros entraram, eu levantei-me e caminhei.

Eu me levantei da cama e saí do quarto em que eu estava, onde eu estivesse de cama por cinco dias - eu não conseguia levantar. Eu dormia o tempo todo. Era como se estivesse em transe total em outro mundo. Eu mal me lembro disso.

Então, vocês me curaram. Eu ainda tenho alguns problemas, mas toda essa situação me leva ao por quê eu estou aqui e o quê eu quero falar com vocês, isso é o poder que temos em união, que é a bênção que eu sempre tenho em minha vida, de poder observar o que acontece quando as pessoas tomam a decisão de se unirem.

Então, eu só queria dizer muito obrigada a todos vocês e dizer-lhes que, daqui por diante, eu estou bem e agradeço a vocês por todo o apoio. Portanto, quando falarmos fora desta sala, vamos tratar dos assuntos de interesse, porque agora todos sabem que eu estou passando bem. [Riem, aplaudem]

Eu espero que a maioria de vocês assistiram as entrevistas que eu dei ao Projeto Camelot e vocês estão cientes de que tive contatos extraordinários com ETs, na maior parte da minha vida, e que eu ainda tenho esses contatos até os dias atuais. Então, eu vou compartilhar com vocês algumas coisas que eu não tinha compartilhado publicamente até agora.

Eu só tenho uma hora. Nunca escrevo um discurso ou sei exatamente o que é que eu vou falar antes de entrar em uma sala, por isso espero que manterei o rumo.

Vinte e um anos atrás, quando fui levada a bordo de uma embarcação em corpo físico, fui levada fisicamente e caminhei a bordo de um OVNI; este conhecimento, na verdade, surpreendente, me foi concedido, e demonstrou como estamos todos conectados. E, sabem, essas são palavras simples: Todos Somos Um.

Se você fosse sentar e meditar o resto da sua vida nessa frase - Todos Somos Um -  você ainda nunca entenderia completamente o conceito de que todos SOMOS Um.

As pessoas escrevem livros e o fazem complicado e eles dizem que todos somos Um, estamos todos conectados e todas estas coisas, e fazem com que isso seja complicado. Mas não é. É muito simples.

Nós somos UM POVO... e isso não significa as pessoas nos Estados Unidos, isso não significa as pessoas no Canadá, de onde eu sou. Isso significa as pessoas de todo o mundo. Nós somos Um Povo e precisamos assumir a responsabilidade por nós mesmos, por nossas ações, para o que quer que façamos para entrarmos nesse futuro a que nos dirigimos.

Ora, esta é, na verdade, uma das principais mensagens que recebi desses ETs louros altos em 1988, é que chegaria um momento em que a humanidade estaria caminhando para um "Tempo de Escolha". Vocês estão escolhendo agora qual o futuro que vocês querem.

Nós não podemos mudar o mundo em um dia. Nós não podemos mudar nosso sistema financeiro em um só golpe. Nós não podemos nem mesmo quebrá-lo. Nós não podemos destruí-lo porque é o que temos. Então, o que podemos fazer?

Eu não ouvi toda a apresentação de George Green. Eu sei que ele fala bastante sobre a situação financeira e ele é muito experiente. Ele é um grande instrumento capaz de se apresentar e dar-lhes o conhecimento dos passos que necessitamos dar a fim de mudar o sistema.

Toda vez que alguém toma uma decisão, faz uma escolha, age nisso e se torna responsável para mudar a situação financeira própria, para mudar a maneira que nós estamos vivendo diariamente num sistema monetário, o modo como estamos vivendo a vida e a nossa produção de alimentos...

Todas estas questões - e são muitas - quando todas se reúnem em todos esses pequenos pedaços, torna-se a mudança que precisamos ter.

Agora, voltando aos ETs, eles disseram que viríamos a este Tempo de Escolha e essa foi a primeira parte.

A segunda, das coisas que eles disseram é que, durante esse Tempo de Escolha muita gente ficaria louca. E deixe-me dizer-lhes, se vocês conhecem as pessoas em torno de vocês... elas estão enlouquecendo! Lhes direi por quê elas estão enlouquecendo e isso ficará um pouco técnico.

Quando eu tomo responsabilidade por mim, basicamente, aumento o nível de vibração do meu corpo físico e do meu corpo espiritual combinados - essas duas coisas.

Quando eu ando pelo mundo, e eu estou andando por aqui, na conferência, e talvez vocês passem por mim e sintam algo, isso é aquela energia que eu estou deixando fluir através de mim. E vocês o fazem também, cada pessoa faz. Ela flui através de nós, é como caminhar e deixar cair gotículas ao seu redor. São as gotas da minha energia que estão dissolvendo nas suas e com essa energia vêm as informações.

Assim, cada pessoa aqui está sendo responsável e fazendo a diferença por apenas sentar nesta sala, ouvindo estes palestrantes, porque cada vez que vocês estão com outras pessoas, vocês estão compartilhando o conhecimento.

Então, não entre em pânico e achem que vocês precisam contar tudo a todos o tempo todo - porque eu escuto isso de muita gente: Eu quero dizer a todos. Não é necessário. Vocês mostram a eles quem vocês são através das ações, através das emoções, através do corpo físico, através do eu espiritual. Assim é como vocês fazem uma mudança.

A razão das pessoas estarem ficando loucas é porque, se vocês conhecem uma pessoa que não está disposta a fazer essa mudança junto conosco, que quer ficar em um mundo muito materialista e não quer nada além de cinco carros, uma super mansão e assim por diante, bom, elas não estarão aceitando essa energia muito bem e a energia os tornará um pouco mental.

Então, o que precisamos fazer é: nós precisamos ter paciência com as pessoas ao nosso redor. Esse foi um fato muito importante que esses ETs enfatizaram a mim, é que durante este tempo especial, pelo qual estamos passando... e isso será ao longo de vários anos, a propósito. Isso não terminará no próximo ano, não terminará em 2012. Será, ao longo dos próximos 10, 15, 20 anos. Assim, se segurem firmemente porque este é apenas o começo.

Vocês são as pessoas que levarão os outros a este mundo novo que estamos entrando. Então, precisamos cuidar de nós mesmos espiritualmente. Precisamos cuidar de nós mesmos mentalmente, mas com conhecimento. Parece muito simples, não é? Mas, causa um impacto enorme.

Eu sei da minha própria experiência pessoal, que é a única coisa de que posso falar, é que, se entro em uma sala, as pessoas sabem que eu sou diferente... Eu não tenho que dizer uma única palavra.

E, finalmente, quando descobrem que tive esses contatos, e antes de ser franca com as pessoas sobre os meus contatos, com as habilidades psíquicas que tenho, que são extensas, eles diriam: Ah, eu sabia que havia algo realmente de estranho com você. [Risos] Eles continuariam e diriam: Cara, agora tudo faz sentido.

Este é um ponto muito importante que os ETs gostariam que as pessoas entendessem - isso é uma responsabilidade pessoal da alma que temos que abordar, em primeiro lugar, para causarmos um impacto.

Vinte e um anos atrás, eu estive a bordo desta embarcação, dizem-me, disseram: Um dia, haverão pessoas - um grupo particular de pessoas - que eu encontrarei e que quando as encontrasse, eu saberia o que fazer.

E  encontrei essas pessoas e elas são pessoas muito especiais. Eu não falo muito sobre elas, mas elas são os Hopi. Eu sei que os Hopi são apenas uma dessas pessoas muito especiais no planeta, um grupo delas dentro da comunidade indígena.

Esses indivíduos, os corpos físicos deles podem ter nascido aqui e ter vindo daqui, mas o ADN, a estrutura e a forma do corpo humano veio do que eu chamo "mundo do passado". Se vocês quiserem chamá-lo de Atlântida, ou se vocês quiserem chamá-lo de Lemúria ou assim por diante, vão em frente, eu não vou entrar nisso porque, vocês sabem o quê? Francamente, isso não é importante.

O importante é que estas pessoas, estes povos indígenas de todo o mundo, quando originalmente vieram a este mundo, eles foram as primeiras pessoas na Terra. E foram autorizados a vir aqui, porque lhes foi dado a oportunidade de vir.

Foi-lhes perguntado: Vocês querem vir e serem tirados do planeta, enquanto nós o purificamos das forças negativas que o assumiram? Eles vieram e eles são os guardiões desta região, desta Terra. Eles são os zeladores, os guardiões originais.

Se as pessoas entendessem quanta luta estes povos têm, ao redor do mundo, para manter o que pertence a eles... Sim, eles vivem na pobreza e eu não estou falando dos Hopi - Falo de todo o mundo. Eles vivem na pobreza. Eles lutam com a repressão. Eles não têm a escolaridade adequada. Eles têm muitos problemas com os mesmos temas que temos no resto do mundo, com álcool, drogas e assim por diante.

Mas não se enganem, mesmo com tudo isso, se vocês encontrarem um alcoólatra que é um índio, ainda assim, vocês entendem que eles são especiais, se vocês se sentarem e os ouvirem. E o que é isso? É o ADN que vem do "mundo do passado".

Essa é uma das coisas que esses ETs me falaram com bastante detalhe, que durante este Tempo de Escolha e durante este Tempo de Mudança que esses povos têm uma chave para o nosso futuro.

Na história dos povos indígenas, eles foram esmagados por estrangeiros - não apenas brancos - o mundo lá fora, os que vieram depois, que é o resto da população.

Eles têm a própria terra. Eles protegem a água. Eles guardam a Terra. Eles têm certas habilidades para trabalhar dentro do sistema, do sistema financeiro, a fim de criarem novos sistemas. Se eles tivessem soberania, teriam a habilidade de mudar os sistemas monetários e criar os próprios bancos.

Se eles têm a própria terra, eles têm a capacidade de criar eco-vilas que serão as plataformas para um novo futuro. Se eles têm grandes quantidades de terra, então, eles podem começar a construir novas formas de exploração e produção de alimentos que são mais produtivas do que as que temos agora, que está matando nosso solo.

Eles também têm conhecimento sobre as ervas, medicamentos e as práticas de cura de que podemos nos beneficiar.

Mas, vamos ser claros sobre o que realmente é importante. O que eu falo com vocês parece sair de uma leitura de um livro, ou olhando algo aqui, ou tendo uma conversa por lá, mas o que eu falo com vocês veio diretamente dos extraterrestres.

Então eu tomo nota disso e digo: Tudo bem, o que posso fazer para ajudá-los?

Então, se vocês quiserem fazer uma enorme diferença e desejam fazê-la rapidamente, uma das formas que esta comunidade pode fazer isso é encontrar uma tribo, em sua área, e perguntar-lhe: O que posso fazer para trabalhar com vocês?

Vocês não estarão lá para ajudá-los. Não ajudamos uns aos outros, assistimos uns aos outros. Muita gente tenta ajudar e usam os egos, usam uma outra parte de si mesmos e isso não funciona. Mas se vocês trabalham com alguém, então vocês deixam o ego de fora e, realmente, conseguem algo.

Ora, 21 anos atrás, me disseram que haveria um tempo e eu o chamo da Grande Reunião, a Grande Reunião da Humanidade.

Tenho que ver quanto tempo ainda tenho...

Vou compartilhar algo de extraordinário com vocês. É a primeira vez que compartilho isso publicamente e eu acho que é hora de o fazer.

A vinte e um anos atrás... e eu sei que eu continuo me repetindo porque realmente estou um pouco cansada. Eu tive um dia difícil ontem, por isso peço desculpas. Quando eles falaram sobre esta Grande Reunião, eles disseram que uma das chaves para isso, a maior chave, era as comunidades indígenas ao redor do mundo se unindo, em primeiro lugar.

Em segundo lugar, estavam as Famílias das Estrelas, os Seres das Estrelas que estão aqui no corpo, como eu, e tenho certeza que muitos de vocês, sentados na platéia, porque nós somos os que fazemos o trabalho. Somos os que trazem as mudanças. Somos os que não funcionam no ego - não há lugar para o ego aqui.

Estamos com certeza a serviço, desistindo da nossa vida familiar até um certo ponto, desistindo das nossas casas, dos nossos carros, da nossa estabilidade financeira, das amizade que cultivamos durante anos para trabalhar a serviço total da Humanidade e da Terra.

Assim, as culturas indígenas se reúnem. Os Seres e as Famílias das Estrelas se unem. E, além disso, como podemos trazer todo o resto - as mães, os filhos, os netos, os avós? Todos... os políticos, e eu sinto muito de ter que lhes dizer isto, mas os líderes religiosos de todo o mundo também.

Eu não estou interessada em conversar com alguém sobre como "essa" religião não é boa e "aquela" religião não é boa, e "esta" crença não é boa e "aquela"... Vocês sabem o quê? Cada pessoa neste planeta é um ser humano e, por isso, se queremos fazer uma mudança, precisamos convidar todos para dentro do círculo.

Eu tive uma conversa com alguém aqui, na noite passada, que estava um pouco fora do assunto e me disseram que sentiam como se houvessem algumas "pessoas do alfabeto" ["CIA", "FBI", "NSA", etc] na sala. E vocês sabem o que, se há alguém aqui desses serviços, ou que seja de algum tipo de organização que não gosta do que fazemos, sabem o quê eu disse a esta pessoa?

Eu disse: Convide-os para se sentarem com vocês. Convide-os para a mesa e tenham uma conversa com eles e os ensine algo, porque é assim que deveria ser.

Quando essa pessoa vai embora, adivinhem, ela ainda está neste corpo. Assim, independentemente do que lhe foi dito ou ordenado a fazer, ela ainda poderá ouvir a sua voz

Assim, esta Grande Reunião é algo que estive esperando por muito tempo para começar a trabalhar, porque é exatamente isso que eu fui instruída a fazer, falar com as pessoas e deixá-las saber que esta Grande Reunião terá lugar em todo o mundo.

Não farei cobrança [para participação]. Então, se vocês ouvirem falar de uma reunião de povos indígenas, se ouvirem falar de uma reunião de outros povos e que há uma grande cobrança, uma quantidade em dinheiro, que vocês precisarão pagar para participarem - esta não é a Reunião profetizada. Esta não é a Grande Reunião, porque isso não está à venda - por nenhum preço.

Por muito tempo as pessoas me perguntaram os detalhes do que é que acontecerá. Eu lhes digo que carrego esta visão em minha mente, por todos esses anos, de cada homem, mulher e criança na Terra, sabendo que este evento estava acontecendo, todos ao mesmo tempo ou talvez todos na mesma semana, onde reuniões ao redor do mundo aconteceriam no meio de uma cidade, no meio de uma vila ou de uma cidade pequena. O povo só se reuniria.

E na Reunião não se precisa dizer nada. Eles só têm que se reunir e estar em paz e dizer: Queremos uma mudança neste mundo.

Vocês sabem,  11/9/2001 foi uma coisa horrível. E, novamente, neste momento, no meu mundo pessoal, eu não me importo com quem o criou. O que me interessa e penso muitas vezes é no poder, o poder da humanidade, porque no momento em que vi a torre cair, sabem o que fiz..? Bom, eu tenho certeza que alguns de vocês sabem o que fiz - eu chorei. Acho que choro muito... mas, eu chorei.

Emocionalmente, eu estava tão confusa e tão perturbada, porque eu sabia que isso afetaria cada ser humano na Terra. Eu chorei porque eu senti: Meu Deus! Eles irão à guerra. É o fim. A guerra nuclear está a caminho. Meu Deus! Eu orava e orava e orava.

Então, reuniões começaram a acontecer em todo o mundo e foi como uma vigília. E acredito que eu senti uma mudança acontecendo porque a minha primeira intuição absoluta era a guerra absoluta, guerra mundial. Porém, assim que as reuniões começaram a acontecer em todo o planeta, eu pensei: Graças a Deus! Porque isso significa que esses políticos receberão a mensagem de que ninguém quer esta grande guerra, que não seria aceita. E NÃO é, e não foi.

Assim, minimizou-se o impacto sobre nós mesmos, criando-se as reuniões ao redor do mundo e eu sei disso - em mim, eu sei disso.

A cerca de um ano e meio atrás, em janeiro de 2008, fui instruída... Eu tive um pedido telepático dos meus ETs para meditar, o que finalmente fiz... após cerca de três dias, finalmente, tive tempo para sentar e eu meditei. Eles vieram a mim e eles foram muito, muito, muito claros.

Eles me disseram que queriam que eu fizesse algo específico. E eu peço desculpas por ser enigmática, mas sou frequentemente enigmática por algumas razões.

Eles, na verdade, me pediram para fazer algo e eu disse: OK. O quê?

Eu estou nessa meditação e eles disseram: Nós queremos que você olhe para isso aqui e nós queremos que você faça isso.

Eu disse: Tudo bem.

O Loiro Alto estava de pé na minha frente e eu estava neste mundo astral, não prestava muita atenção, pensando: Ok, eu estou aqui. O que você quer? Eu tenho que voltar porque minha mãe precisa de mim.

E eles disseram: Não! Preste atenção!

E, foi como num piscar de olhos, o Loiro Alto estava à minha direita e esse objeto estava na minha frente.

Eles disseram: Faça este objeto, e eles me deram algumas instruções sobre ele.

Eles disseram que era hora para a Grande Reunião começar, que os alicerces disso precisavam ser iniciados.

Então eu disse: Tudo bem!

Eles disseram: Quando você voltar, você deve escrever isso imediatamente.

E eu disse: Ok.

Então, saí da meditação, desenhei-o e guardei-o. Isso foi em janeiro.

Em março, fiz uma viagem. Eu ia a Nevada.

Eu disse: Eu preciso trazê-lo comigo? Eles disseram: Não - muito claramente - Não.

Eu disse: Tudo bem.

Por volta de julho, disseram-me que eles queriam que eu pegasse a estrada, fizesse esta peça que eles queriam que eu fizesse e começasse a lançar as bases para a Grande Reunião.

Eu disse: Certo.

Eu estava cuidando da minha mãe, no momento, que era idosa, e ela estava morrendo e disse-lhes: De jeito nenhum. Eu não farei isso. Eu não a deixarei.

Eu disse: Você tem que me dar exatamente o que eu pedir, ou esqueça.

Então, eu apresentei a minha lista de demanda! Eu disse:

1) Minha mãe deve ser cuidada. Ela deve ir a um lugar onde ela é amada e muito bem tratada, em primeiro lugar.

2) Você deve me fornecer dinheiro, porque eu não tinha dinheiro.

3) Você deve encontrar alguém que faça esta peça para mim, porque eu não posso fazer isso sozinha.

E a quarta coisa... e eu quero que vocês escutem com muita atenção a isso, porque lhes ensinará algo sobre a criação que temos a capacidade de fazer...

4) Você deve trazer penas de águia aos meus pés. Eu exijo uma prova física de que o que você está me pedindo para fazer é verdadeiro e correto, ou não farei isso. Devo ter isto vindo a mim fisicamente, ou não acreditarei que isso é real. Então, eu exijo penas de águia aos meus pés E eu exijo uma branca, uma pena totalmente branca. Esta peça foi esculpida. Uma semana mais tarde (não entrarei em todos os detalhes), um escultor... Acabei na casa dele - não sabia que ele era um escultor - voltou para a casa por algum motivo estranho, caminhou até a porta. Após uma hora de conversa, ele disse: Eu não sei porque você está aqui.

Eu disse: Bom, eu certamente sei.

Ele disse: Podes me dizer por quê? Mostrei-lhe a peça e ele começou a trabalhar nela imediatamente.

Dois dias depois, um estranho pagou-me por PayPal 800 dólares. Então, pagaram-me por PayPal outros 800 dólares. Eu tinha 1.600 dólares na minha conta PayPal em uma semana.

Alguém ligou e disse: Nós temos uma cama para a sua mãe, ela tem que vir imediatamente. Chamei uma ambulância e a levei ao hospital, onde ela era amada, com certeza, e extraordinariamente bem cuidada.

E a última coisa foi, quando saí da minha casa para ir regar meu jardim... e eu quero ficar de pé para isso. Eu tive que ir regar o jardim, então eu puxei a mangueira e puxei-a porque eu tinha que regar algo num canto mais distante. Eu a puxei e estava, vocês sabem, sacudindo a mangueira.

Assim, eu fiquei ali e eu tinha os meus pés como... [de pé, gesticulando] Eu só estava olhando para o jardim e, então, eu olhei bem aqui, [aponta para o lugar na frente dos pés] literalmente. Bem aqui. Sete penas de águia. Sete penas de águia! Vocês podem imaginar o que se passou pela minha cabeça naquele momento? Mas não foi só isso! Não só isso, havia uma pura, uma pena branca absolutamente pura no meio delas.

Eu disse-lhe: Eu não me importo como você trará essas penas de águia para mim. Você pode levar alguém à minha porta, bater na porta e dizer: "Aqui estão as penas da águia". Você pode deixá-las em minha porta.

Eu disse: Nada disto de pegue-o-carro-dirija-por-cinco-minutos-desça-caminhe-na-mata.

Eu disse: eu não posso fazer isso... porque naquele momento eu não podia deixar minha mãe por mais de 20 minutos a uma hora.

Então eu disse: Você deve trazê-las aos meus pés. Tenha uma delas sobrevoando e soltando-as no meu quintal. Eu não me importo.

Portanto, o ponto é que esses ETs ainda estão comigo e são muito, muito fortes.

Mas, e daí? Aqui está o que aconteceu: Eu peguei a peça. Fui para o Arizona. A mensagem era: A Reunião, A Grande Reunião deve começar... e eu estou tremendo, eu estou vibrando toda enquanto  digo isso para vocês.

Através deste conjunto de circunstâncias estranhas, que eu não tenho tempo de relatar, eu acabei falando com alguém que disse que essas pessoas da América do Sul - os maias - para ser exata, estavam pedindo essa Reunião, porque eles vinham recebendo mensagens de que era hora para a Grande Reunião acontecer.

Foi muita sorte que acabei por ter este encontro com estas duas pessoas e os acontecimentos que levaram a isso foram extraordinários.

Então, a questão é, como eu percebo... Eu fico no meu pequeno mundo remoto. Não leio livros. Não falo muito com as pessoas sobre as mensagens que elas estão recebendo. Não vou a palestras, esse tipo de coisa... para tentar me manter sem influências tanto quanto possível. Então, quando  recebo uma mensagem, ela é poderosa. Eles me disseram que era hora para esta Reunião acontecer.

Os ETs estão fazendo contato com as pessoas ao redor do mundo e dando-lhes estas mensagens. Eles estão dizendo que é hora, que estes possíveis cataclismos, esses possíveis terremotos, vulcões, o que seja, erupções solares, podem acontecer.

Mas eu realmente quero sublinhar uma coisa: Nós temos a habilidade como seres humano de parar tudo isso! Temos a capacidade de criar com nossas mentes o que queremos.

Entendam, vocês podem se concentrar nas suas situações financeiras, vocês podem se concentrar nas suas casas e vocês podem se concentrar no fato de que vocês não têm certeza de onde o seu trabalho virá - mas por favor, me ajudem e se concentrem naquilo que vocês querem para o mundo.

Não será sobre dinheiro. Não será sobre poder. Será sobre o ser humano de novo, então vocês precisam se concentrar no coração e saber que nos movemos de volta a esse tempo.

Eu sou tão grata que pessoas como George Green estão assumindo o controle das coisas que eu não tenho capacidade de falar. E essa é a grande coisa, também, é que cada pessoa que está se apresentando agora para falar tem um pedaço do quebra-cabeça.

Assim, a Grande Reunião está nas fases inicais.

Assim, eu vou dizer algumas coisas que provavelmente incomodará algumas pessoas e eu estou pedindo desculpas a elas, porque se assistiram a este filme... elas não estão nesta sala, mas, as que assistiram a este filme, elas não ficarão muito satisfeitas comigo.

Os maias começaram a se apresentar e tenho certeza que muitos de vocês estão ouvindo sobre isso.

Ora, eu tenho contatos no mundo indígena que não são os maias - outras pessoas no mundo indígena. Eu não falo apenas de uma tribo, falo de vários delas.

Elas não concordam com o que estes maias estão dizendo. Elas não concordam com isso. Elas não acreditam que dizer que o fim do mundo está chegando é a abordagem certa, porque não é. Os maias são os cronometristas. Bom, certo - são os cronometristas. Será que eles têm tanto ego que não acreditam que as outras tribos precisam estar envolvidas no que seja que eles estão fazendo?

Isto não é sobre os Maias, não é sobre os Hopi, não é sobre os Lakota, não é sobre ninguém. Do que se trata é de todos se unirem, e se porem em unidade para poder haver essa reunião, para que possamos criar esse fluxo de mudanças.

Então, quando vocês estiverem ouvindo coisas surgindo hoje - agora - dos maias e de outros que estão falando sobre isso, eu quero que vocês ouçam as minhas palavras, porque se eles querem falar e, se esta pessoa, estes indivíduos, escolhem falar, lhes permita fazê-lo, mas entendam que eles NÃO falam por ninguém além deles mesmos e que não têm o consenso de todos nessas informações.

E eu pensei por um tempo muito longo sobre isso, sobre se deveria ou não dizer algo, mas muitas pessoas me contataram com medo do que estes maias dizem e isso nunca foi a intenção.

Assim, eles podem ter esse contato com esses seres. Eles podem ter um contato através do espírito  porque eles obtiveram a mensagem de que era hora da Reunião.

Mas, na minha opinião pessoal - e não na dos ETs, mas no meu ponto de vista pessoal - hão outras questões obstruindo o caminho deles de serem capazes de ser tão produtivos quanto deveriam ou poderiam ser, de serem positivos e criarem a mudança que precisamos ter.

Assim, os meus contatos com os ETs ainda são muito fortes e sou abençoado por eles. Não os vejo todos os dias. Não falo com eles o tempo todo. Sigo as instruções que eles me dão e tento partilhar minhas idéias, meus conhecimentos, meu eu espiritual, a fim de trazer algum tipo de entendimento para outras pessoas.

Há uma grande quantidade de áreas de que eu posso falar. Vocês querem falar da ciência? Eu posso falar da ciência. Vocês querem falar sobre o... [um comentário dela sobre a necessidade dela parar de andar ao redor para o cinegrafista foi excluído] Posso falar do modo como as espaçonaves funcionam e de algumas das tecnologias, mas para que isso serve a vocês? Diga-me. Todas essas tecnologias diferentes existem, a energia do ponto zero, esse tipo de energia. Há muita conversa disso. Sabem o quê? Não há uma única área na vida de vocês que não reflita, com certeza, direto nesses ETs.

A produção de alimentos - a forma como plantamos a nossa comida - e o que acontece com ela agora, pode vir de algum lugar que não é uma fonte positiva, através da manipulação genética das sementes.

Pegue as sementes, as que são o seu património e herdadas, para que possamos continuar plantando a nossa própria comida. Esse processo está sendo eliminado em todo o mundo e precisamos ter muito, muito cuidado com o que fazemos com a nossa própria produção de alimentos, porque estão tomando nossas águas. Estão tirando nossa comida. Os nossos direitos.

Estou nos Estados Unidos neste momento e tenho grande respeito por cada ser humano na Terra, então não falo sobre um determinado país. Eu falo da Humanidade e eu falo das pessoas. Cada homem, mulher e criança neste planeta tem o direito de ter uma vida, uma vida que tenha comida, água, abrigo e advinhe o que mais? Alegria, felicidade e amor!

O que há de errado conosco?

Eu recentemente fiz uma viagem à África... e eu não sei quantos de vocês já viram esse filme, District Nine (Distrito Nove). Eu fui vê-lo, porque eu gosto de saber o que está sendo passado ao mundo em relação a este assunto. Fiquei horrorizada ao ver as condições de vida em que esses ETs estavam vivendo...

Vocês já foram à África? Adivinhem só? Essa é a maneira como eles vivem! Milhas e milhas e milhas de barracos. Nenhuma loja, nada, absolutamente nada.

Então, quando vocês olham para isso, o que vocês olham? Vocês olham para a condição de um ser humano. O que há de errado com este mundo?

Eu não posso mudar o mundo em um dia. Eu não posso mudar as atitudes de um planeta inteiro, mas, coletivamente, quanto mais e mais pessoas se movem para este círculo, ele começa a espiralar e começa a se mover.

Começamos a entender que o dinheiro que temos atualmente... Se vocês têm 50.000 dólares parado no banco, ao invés de dizerem: Sim, eu vou comprar um carro. Eu vou comprar um Maserati... na verdade, provavelmente, não é o suficiente para isso, não é? Eu não sei! [Riem].

Mas se vocês têm um monte de dinheiro e vocês pensam nisso, eu vou lhes dizer que vocês ainda estão pensando de forma errada.

Pensem no que vocês podem fazer em casa para ajudar o meio ambiente. Pensem no que vocês podem fazer nos quintais para plantar um pouco de comida para que vocês não tenham que comprá-las. Pensem no que vocês podem fazer nos seus carros com os biocombustíveis - e eu não estou falando sobre biocombustíveis provenientes do milho, porque existem novas tecnologias por aí que todos nós precisamos conhecer.

Precisamos agir de qualquer maneira possível e precisamos agir juntos.

Quando comecei, eu disse que fui curada por causa das pessoas nesta sala e as pessoas do Projeto Camelot, e eu realmente acredito nisso, porque eu não conseguia me mexer! Eu mal podia me mover. Eu não conseguia nem segurar o telefone durante essa entrevista com Kerry e Bill. Tive que apoiá-lo, suspender o travesseiro... e eu não conseguia nem segurar o telefone. E eu levantei e andei!

Então, a Grande Reunião está chegando e o que eu vou dizer para vocês é: assistam-na, façam a  parte de vocês nisso e como vocês puderem ajudar.

Ora, muitas pessoas estão entrando em contato comigo porque eu coloquei o vídeo público no Projeto Camelot. Duas coisas:

Primeiro de tudo, eu estou criando um site totalmente novo. Haverão, constantemente, coisas novas aparecendo, ao longo da próxima semana, e o site crescerá cada vez mais e mais. Então, por favor, vão e confiram o meu site para descobrir o que mais podem fazer, porque continuará a se expandir.

Em segundo lugar, eu quero que vocês saibam que o que vocês podem fazer, vocês já fazem e isso é a comunicação, comunicação, comunicação, comunicação, porque quando a chamada vier...

Eu não tenho isso confirmado, mas alguém me disse uma vez que a Praça da Paz Celestial... quando isso aconteceu - o Falun Gong, - espero ter dito certo - as pessoas que seguem o Falun Gong - em uma hora reuniram 10.000 pessoas na Praça da Paz Celestial, que foi a razão pela qual o governo da China não permite mais... vocês sabem, eles esão realmente contra o Falun Gong.

Ora, seja cuidadoso na forma como vocês usam a rede de comunicação. Estejam cientes de que vocês esperem O momento chegar. Quando esse momento chegar, vocês receberem a chamada e for a hora certa, eu adoraria ver todas as comunicações, sejam de pessoas que seguem os ETs - por quererem o conhecimento espiritual, o pessoal da tecnologia, o pessoal que tem os programas para a água limpa, para a pobreza...

Novamente, não estou realmente interessada em pessoas que estão apenas interessadas em OVNIs e ETs, estou interessada em todos. Então, quando essa rede de comunicação se liga, não será: Ah, bom, venha e se junte a nós na reunião com os ET - que estarão Vindo se juntar a nós na Reunião Humana.

E assim, continuem a construir sua rede na vida pessoal em toda a extensão do que vocês puderem e seja possível - que é o que todos nós temos feito pelos últimos, vocês sabem, tantos anos.

Algo muito importante para mim que eu quero dizer a todo mundo lá fora é: não seria possível a mim ficar de pé aqui, ou para qualquer um dos oradores estar aqui se não fosse por pessoas como vocês.

Não seria possível a mim estar aqui, pessoalmente, se não fosse por todos aqueles indivíduos que passaram todo esse ridículo, todas os sofrimentos, todas as dificuldades que eles tiveram.

Eles tornaram mais fácil para mim! Porque há 21 anos, quando tive meu contato, meu grande contato físico, há 21 anos, eu não podia dizer ET. Não podia dizer alienígena. Não podia dizer espaçonave. Não podia dizer conhecimento espiritual. Não podia dizer sistema de propulsão. Não podia dizer tecnologia alienígena. Não podia falar!

Portanto, temos estado lentamente construindo, construindo e construindo, e vocês são a primeira grande onda. Vocês têm a habilidade através da voz, através do coração, através das ações e através da responsabilidade de poderem fazer as mudanças que são necessárias.

Todas essas coisas que eu digo a vocês - todos elas, cada palavra que eu digo a vocês - não é o meu pensamento pessoal, a menos que eu lhes diga isso... e eu direi: Isto é o que eu acho pessoalmente. Estas são as mensagens que me foram dadas por esses ETs - mensagens diretas.

Eu gostaria que eu mesma pudesse levá-las e colocá-las em cada pessoa só por 5 segundos e pular de volta novamente, porque gente, vou te dizer, nós estaríamos embalados se fizéssemos isso!

Então, eu trabalho em vários projetos diferentes e quero também agradecer a todos por me ajudarem, porque se eu não fosse ajudada, eu não seria capaz de estar aqui agora. E do meu acidente de carro, eu não sei como chegaria em casa e teria o cuidado que eu precisava quando eu estava lá.

Meu amigo, que estava comigo no acidente de carro, está bem. Ele teve um pouco do efeito chicote. Ele ainda tem alguns problemas com as costas e o pescoço e ele ainda está em recuperação também, mas ele está animadamente me ajudando a obter este novo site e fará uma série de coisas diferentes.

Então, eu só quero dizer muito obrigado a todos por tudo.

Não tenho idéia de quanto tempo me resta, mas quero saber se qualquer um de vocês têm uma pergunta?

Membro da Audiência 1 (MA 1): Oi. Em primeiro lugar, qual é o nome do seu site?

MD: O novo site que está chegando - ele trabalha nisso agora - é www.bluestarprophecy.com

MA 1: Desculpe-me, mais uma pergunta. Você falou brevemente sobre os maias. Se meu entendimento está correto, de acordo com Drunvalo Melchizedek... [Interrupção para ajustar o microfone]

Bom, aparentemente, Drunvalo Melchizedek afirma que foi escolhido por um dos alto Conselhos dos Maia como um porta-voz deles e eu imagino, em essência, se você tem qualquer comentário em relação a algumas das coisas que ele fala... Se você tem qualquer conhecimento interno.

MD: Eu tenho um grande respeito por todos os povos indígenas e as pessoas que se apresentam. Drunvalo foi escolhido pelo Conselho dos Maia para se apresentar e falar, e esse é o assunto dele. Isso é o que eles fazem agora. O Conselho dos Maia, de fato, recebe mensagens e eu sei disso como verdade, para se apresentarem.

Tenho um grande respeito por todos na América do Sul, incluindo os indivíduos do Conselho dos Maia com quem ele está lidando.

No entanto, se vocês ouvem o Conselho dos Maia ou Drunvalo - e sinto muito, eu estarei em papos de aranha com isso, tenho certeza - falar de outras tribos... não direi que o que ele diz não está correto.

O que eu direi é: Use discrição - porque os próprios maias estão falando em nome de outras tribos e sei que essas coisas não são corretas. Eu tenho que ter cuidado sobre o modo como lido com isso, mas é um problema muito grande agora.

Saiba também, que existem muitos conselhos, pelo que entendi, dos Maias. Eu só ouvi a voz de um homem até agora. Eu mesma, pessoalmente... Eu não preciso estar por aí falando com todos estes povos indígenas, incentivando-me, vocês sabem, a mim? Eu não preciso desse reconhecimento.

O que eu preciso saber é que eles estão dispostos a se unirem sem ego, sem ego e, novamente, sem ego.

Então, se você fala, você fala por si mesmo. Se eu falo, falo por mim. Se os maias falam, eu peço aos maias que sejam respeitosos e falem por eles. Isso é o que peço aos maias ou a qualquer outra tribo.

Não, isto não é sobre o indivíduo, seja ele um indivíduo coletivo ou um único indivíduo. Trata-se da unidade e da Humanidade, do coração de todos os homens. Então, esta questão, para mim, foi extremamente desafiadora.

Ora, algo também nisto... Eu fiz um comentário que alguém da América do Sul fazia magia negra para mim e sei que eles faziam. Isto não foi... porque as pessoas têm me perguntado sobre isso.

Eles perguntaram: Foi George Green?

Eu vou assim: Não, não foi George Green! [Platéia ri]

É, você pode vê-lo com a pequena...? [Pantomimas manuseando uma boneca] Eu não penso assim! [Platéia ri] Não foi George Green e não foram os maias. Então, pararei por aqui, mas era alguém que eu conheço que fazia isso. O importante nisto é, sim, apenas sejam cautelosos.

MA 2: Qual foi o objeto que você fez, se você pode nos dizer, e qual será o objetivo dele, e quando você acha que a Grande Reunião ocorrerá?

MD: A peça em si não posso falar em detalhes a você neste momento. Será exposta em data posterior.

A Grande Reunião está em processo de se realizar. Sempre esteve no processo de ser realizada através de uma integração das conversas com as pessoas e do lançamento das bases. Se sei quando ocorrerá? Não. Mas, orarei e convido a todos para rezarem para que isso acontece o mais rapidamente possível. Vocês saberão, acredite em mim.

MA 2: Eu sei que fiz uma pergunta antes, mas por quê, na sua opinião, eles a escolheram para contatar? E eles querem mais gente para ser contatada ou querem mais pessoas para continuamente, ativamente, espalharem esta mensagem?

MD: Sim. Por que foi que fui, entre aspas, "escolhida"? Sou especial? Não. [riem]

O que eu era... Sou uma indivídua. Sou, pelo menos em parte, um ser humano, provavelmente, mais do que ET, mas acredito que tenho ADN ET em mim. A linhagem da minha família percorrerá todo o caminho de volta ao início da vida humana e da criação desses corpos. Esta é uma das razões pelas quais certas famílias terão contato com ET de geração em geração.

Portanto, não é o indivíduo. É se o corpo físico é suficientemente forte ou não para aguentar a maior frequência vibracional que está entrando. Então, esta respondeu a isso um pouco? [para outro membro da audiência] Darrell?

DARRELL: Todos na platéia quererão saber... Eu sou um Hopi. Eu sou de Four (Quatro) Mesas e Miriam veio nos visitar e trouxe a mensagem dela. Agradecemos a visita. Ela traz uma mensagem que nos ajudará e a outras pessoas na Terra, nesta comunidade. Tentamos desenvolver uma afinidade boa com ela e agradecemos a informação que ela traz. Nós esperamos trabalhar juntos, compartilharmos o que pudermos com ela, aceitar o que ela nos traz. Nós apreciamos isso.

MD: Obrigada.

DARRELL: [inaudível]

MD: Obrigada.
 
[Aplausos]

MA 3: Eu quero agradecer-lhe por trazer a sua estória adiante. É uma grande estória. Mas, em seu livro, você mencionou o surgimento de um segundo sol. Eu queria saber se você poderia comentar, brevemente, sobre esse símbolo, como ele se relaciona com a Reunião.

MD: Foi-me dito que uma estrela apareceria no céu para todos os homens verem. Nada ou ninguém seria capaz de escondê-la do mundo e seria um sinal para as pessoas que o fim estava próximo.

Acredito - não qualquer outro grupo - eu acredito que o cometa Holmes, no ano passado, foi a apresentação desta Estrela Azul. Por uma série de razões eu acredito que foi a Estrela Azul que apareceu e que haverá outros sinais vindo a nós. Quando eu souber desses sinais, direi a vocês.

O que isto significa é que estamos em uma janela, um tempo, um Tempo de Escolha, e estamos muito limitados... Me desculpem, eu não deveria dizer limitados. Temos alguns anos, não meses, mas anos antes destas grandes mudanças ocorrem... se acontecerem, porque a humanidade tem a capacidade de alterar qualquer um desses cataclismos que podem ocorrer.

[Ao público] Eu tenho tempo para mais uma pergunta rápida, rápida.

MA 3: Você poderia entrar um pouco em meditação? Algo, como é que se faz para meditar?

MD: Tudo bem. Meditação. Acho que a verdadeira pergunta que você tenta me fazer, e você pode apenas acenar com a cabeça se isso está correto, é como entrar em contato com esses ETs?

MA 3: [inaudível]

MD: Tudo bem. Porque muitas pessoas me perguntam sobre isso e Kerry e Bill estão aqui, então... Quando medito, medito apenas deitando, ou sentando de pernas cruzadas, ou sentando em uma cadeira. Eu poderia estar sentada na sua frente e poderia estar meditando.

Honestamente, meditação é fazer algo que não se faz. Meditação não é  sentar-se por horas, horas e horas por dia, é ser produtivo com a sua meditação. Sua meditação deve ocorrer durante todo o dia todos os dias. Deve ser dentro do seu coração que você realmente medita.

Então, quando você medita, a única exigência é estar confortável, ter a sua base, proteger-se com luz, e pedir a seus guias para virem até você, seja quem for que eles sejam.

Ora, para mim, fazer contato com os ETs... só porque eu os chamo não significa que eles venham a mim. Eles vêm a mim quando podem porque não há muitos deles por aí.

Mas eles o contatam no sonho, numa visão, num sentimento, em muitas dessas diferentes maneiras e eles podem estar próximos a você nas meditações e você nem saber disso.

Então, se você quiser fazer contato, o que eu sugiro a você, é que você continue a pedir e, se você quiser ver uma espaçonave, mantenha os olhos abertos, hão maneiras de se ser capaz de ver as coisas.

E muitas pessoas, não uma grande quantidade, mas um bom número de pessoas que estiveram ao redor de mim, passaram um tempo comigo e realmente ouviram o que eu dizia a elas, realmente prestaram atenção ao fato de que elas precisavam manter os olhos abertos, então elas acabaram tendo visões que, com certeza, souberam que eram espaçonaves ou orbs.

Então, quando vocês chegarem ao meu site e tudo estiver em ordem, eu farei vídeos de como vocês podem fazer tudo isso, porque eu quero ter o máximo de informações que puder por toda parte.

E assim, eu terminei? [Platéia ri]

BILL RYAN (BR): Acabou! [Riem]

[Aplausos]

MD: Então, antes de vocês irem... Novamente, meu site é www.bluestarprophecy.com e tenho alguns livros aqui, e aceito pedidos se quiserem, e assim por diante.

Novamente, tudo o que pudermos fazer nesta comunidade... Pedirei isso. Eles nem sabem que direi isto: Se vocês quiserem assumir responsabilidade e quiserem fazer diferença, por favor, faça uma coisa - apoiem Kerry e Bill. [Aplausos]

BR: Obrigado.

Clique aqui para a entrevista em vídeo





Suporte o Projeto Avalon - faça uma doação:

Donate

Obrigado por sua ajuda.
Sua generosidade nos permite continuar nosso trabalho.

Bill Ryan

bill@projectavalon.net


unique visits

Google+